CADASTRE seu CURRÍCULO na ACTIO para está disponível para as MELHORES Vagas...

"FAÇA O SEU MELHOR NAS CONDIÇÕES QUE VOCÊ TEM, ENQUANTO NÃO TEM CONDIÇÕES MELHORES PARA FAZER MELHOR AINDA" - Mario Sérgio Cortella / "QUEM QUER FAZER ALGO, ENCONTRA UM JEITO, QUEM NÃO QUER ENCONTRA UMA DESCULPA" - Provérbio Árabe

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Parábola do Conhecimento


Um grande rei, pai de três filhos, queria escolher um deles para ser o seu sucessor.


A decisão estava muito difícil, porque os três eram inteligentes e muito corajosos.

Além disso, eles eram trigêmeos, e o rei não encontrava uma forma de fazer a escolha.

Então, procurou um sábio, que lhe deu uma idéia.

O rei foi para casa, chamou os três filhos, deu a cada um deles um pacote com sementes e avisou que partiria para uma peregrinação religiosa:

- Eu ficarei viajando durante um ou dois anos, talvez mais. Vocês terão de me devolver estas sementes quando eu retornar. E aquele que cuidar melhor delas será escolhido o meu sucessor!”

O primeiro filho pensou:

- O que eu deveria fazer com estas sementes? E então trancou as sementes em um cofre, raciocinando que , quando o pai voltasse, ele devolveria as sementes como as havia recebido.

O segundo filho pensou:

- Se eu trancar as sementes, como meu irmão fez, elas morrerão. E sementes mortas não são mais sementes. Assim ele foi ao mercado, vendeu as sementes e guardou o dinheiro.

- Quando meu pai voltar vou ao mercado e compro sementes novas e melhores do que as que ele me deu - planejou.

O terceiro filho foi ao jardim e atirou as sementes por todos os lugares.

Quando o pai voltou, três anos depois, o primeiro filho abriu o cofre. As sementes estavam mortas, secas.

O pai perguntou:

- São as sementes que dei a você? Elas tinham a possibilidade de desabrochar, transformar-se em flores e dar um delicioso perfume, mas agora estão mortas.

O segundo filho correu ao mercado, comprou as sementes, voltou e deu-as ao pai.

- A sua idéia foi melhor, mas você não criou nada de especial - afirmou o rei.

Então, perguntou ao terceiro filho:

- E você o que fez com suas sementes? O rapaz se levantou e convidou o pai para irem até o jardim, ao chegarem lá, o pai se deparou com uma centena de plantas crescendo e flores se abrindo por todos os cantos. E o filho explicou todo constrangido, imaginando que teria feito tudo errado.

- São as sementes que você me deu.

O pai então o abraçou e disse:

- Você é o meu sucessor. Essa é a maneira correta de proceder com as riquezas.

Quando mudamos de casa, temos de fazer uma nova chave para podermos entrar.

Muita gente se dá conta de que a casa não é mais a mesma, a porta é outra, a fechadura é diferente, mas, mesmo assim continuam a usar a mesma chave. É lógico que não irá funcionar.

Muitos têm o hábito de guardar para si o conhecimento que possuem e ficam estagnados, uma vez que o conhecimento segue a Teoria da Abundância e não a lógica econômica, ou seja, quanto mais compartilho mais tenho e quanto mais usarem maior o seu valor.

Estamos vivendo a era do conhecimento e da informação e o conhecimento são como as flores, não pode ser guardado no cofre. Para florescer e gerar novos conhecimentos precisa ser cultivado e distribuído como fez o terceiro filho da estórinha acima.

Muitas pessoas continuam pela vida afora utilizando métodos que funcionaram no passado, na esperança de que eles os levem ao sucesso. O resultado é o fracasso.

O problema não esta na velha chave nem na nova fechadura. Está em você querer usar a chave antiga pelo resto da vida!!!



Fonte: Rubens Fava

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Acesso Rápido

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More