CADASTRE seu CURRÍCULO na ACTIO para está disponível para as MELHORES Vagas...

"FAÇA O SEU MELHOR NAS CONDIÇÕES QUE VOCÊ TEM, ENQUANTO NÃO TEM CONDIÇÕES MELHORES PARA FAZER MELHOR AINDA" - Mario Sérgio Cortella / "QUEM QUER FAZER ALGO, ENCONTRA UM JEITO, QUEM NÃO QUER ENCONTRA UMA DESCULPA" - Provérbio Árabe

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Dicas de Comportamento Adequado em Uma Entrevista de Emprego

Autor: Comunicação

O principal para ser chamado a uma entrevista será seu currículo. Ele é sua peça de marketing e nele você deverá mostrar um pouco da sua personalidade, despertando no selecionador a vontade de conhecer você.

O currículo adequado é o que alia um excelente conteúdo a uma apresentação discreta, sóbria e elegante. Tal como deve ser a sua apresentação pessoal como candidato. Até mesmo o tom de voz que irá marcar a entrevista no telefone é fundamental. 

Para cada empresa você deve criar um novo currículo. Essa particularização se revela na carta que deve sempre acompanhá-lo. Nesta documento, você deverá colocar informações que obteve da empresa e tentar mostrar, de forma objetiva, por que deve ser chamado para a entrevista.

O que é fundamental em um currículo é: nome, data de nascimento, estado civil, endereço, telefones fixo e celular com código de área, e-mail, blog, site se tiver e informações acadêmicas. Só mencione os cursos que servirem para o cargo ao qual está se candidatando. Universidade, pós-graduação e extensão devem ser abordados, mas deve explicar a importância para o cargo ou a vaga a que está destinado.

Destaque suas referências que possam dizer de você favoravelmente. Mesmo ainda estudante, converse com seus professores e peça para que avaliem seu desempenho e esforço nas aulas. 

Na comunicação Humana, o que falamos significa somente 7%, o tom de voz que falamos 38% e nossa fisiologia 55%. Fale devagar e pausadamente com uma boa articulação. Não existe nada pior do que pessoas que rodeiam para chegar ao ponto. Seja direto nas respostas. 

Jamais pergunte a pessoa que te chama para entrevista que ônibus pegar, como chegar, se é perto de tal localização. Hoje temos o Google que nos informa com muita facilidade sem precisar tomar o tempo da pessoa do Recursos Humanos.

Chegue com antecedência ao local. Não existe nenhuma desculpa para atrasos nas entrevistas. O ideal é chegar com 20 minutos de antecedência. Se for possível, vá ao toalete e respire fundo, imagine o sucesso da entrevista, tente relaxar e descontrair a fisionomia.Cumprimente as pessoas com um olhar seguro e um aperto de mão firme. Sorria neste momento criando uma aproximação amistosa.

Só 5% dos currículos fazem com que o candidato seja chamado para a entrevista, 15% vão ser arquivados e o restante, sumariamente descartado. A maneira que você se porta ao telefone é o segundo passo para o recrutamento. Agradeça pela ligação e diga que se sente orgulhoso de ter sido convidado para a entrevista pessoal. Jamais minta sobre formação e qualificações – tudo será checado depois. 

È importante também saber muito sobre a empresa, sua história, seus diretores, sua missão e valores. Ao ser entrevistado, demonstre que sabe onde você está pisando e mostre interesse pela empresa, isto com certeza será o seu diferencial. Procure alguém que já trabalhe ou que saiba algo que seja um diferencial, por exemplo, alguma história dos proprietários ou algum prêmio que tenham ganhado – você já estará saindo na frente de milhares. Detalhes simples fazem toda a diferença. 

Ao entrar na empresa, mesmo na portaria você já estará sendo avaliado. De que maneira? Costumo avaliar o candidato na maneira que se dirige á faxineira, mulher do café, recepcionista. Outro dia, um candidato foi extremamente amável comigo e, no entanto sequer olhou no rosto da copeira para agradecer a água, ao sair não se despediu da secretária e não agradeceu a pessoa que ficou um tempão esperando que ele entrasse no elevador. Acha que mesmo tendo um bom currículo foi contratado? Não!

Educação é fundamental.

Sendo chamado para a entrevista, você deve primar pela ótima aparência. Mesmo para os cargos mais modestos, a imagem adequada diz bastante sobre o profissional. Para homens, o terno escuro – azul marinho ou cinza grafite – é considerado o preferido pelos entrevistadores. O marrom é rechaçado por muitos. Gravatas de bichinhos e sapatos gastos ou sujos estão fora de questão. Os botões do paletó devem estar fechados deixando o último aberto. Ao se sentar desabotoe o paletó e ao levantar-se feche-o novamente. 

Mulheres devem vestir tailleur de cores neutras e saia de comprimento discreto. Meias finas sem fio puxado, pouca maquiagem e mínimas bijouterias. Bolsa discreta e bem arrumada. Sapatos de salto médio em bom estado. Melhor que estrear uma roupa nova que não dê liberdade, é usar uma roupa que caia bem em você e dê segurança. Unhas e cabelos devem estar em perfeita ordem. O menos neste caso é mais. 

Trate com simpatia todos os funcionário. Isso cativa e pode ser que venham a ser seus colegas. Pergunte os nomes e repita-os pelo menos três vezes durante a conversa. 

Antes de entrar na sala, enquanto espera ainda no toalete, verifique se os cabelos estão penteados, unhas limpas, observe se há cabelos ou caspa na roupa, meia desfiada, batom borrado. Mulheres devem levar um par de meias finas sobressalente na bolsa. 

A iniciativa do aperto de mão e o convite para sentar devem ser do entrevistador. Mesmo que você seja mulher, o entrevistador só se levantará se for cavalheiro. Entre na sala com postura corporal correta e sente-se na cadeira com a coluna reta, ajustando-a ao encosto totalmente. Não coloque os cotovelos sobre a mesa, não masque chicletes e não fale cuspindo. Não fique passando a mão na cabeça, no cabelo ou coçando as orelhas. Cuidado, não coloque bolsas, pastas ou qualquer utensílio em cima da mesa do entrevistador. 

Se tiver tatuagem, piercing, muitos brincos, procure não mostrar na entrevista inicial. Em algumas empresas isto é terminantemente proibido. 

O seu conteúdo cairá por terra se você não souber se comunicar de forma eficaz para melhor se vender. Memorize o nome do entrevistador e passe a tratá-lo assim. Evite usar o primeiro nome e o termo “você”. Só faça isso depois de devidamente autorizado. 

Aperto de mão firme e braços soltos, nunca cruzados. Olhe sempre nos olhos do entrevistador. Se forem muitos, olhe para todos enquanto estiver falando. Não batuque na mesa, não bata o pé nervosamente, não contorça as pernas ou apalpe jóias ou bijuterias, que a propósito, devem ser super discretas. 

Se for servido café, aceite, mas não coma biscoitos, pois soltam farelos e atrapalham a conversação. Não fume sob hipótese alguma, mesmo que o entrevistador fume. 

É proibido falar mal da empresa onde trabalhou anteriormente. Valorize chefes e colegas, mostrando que acredita no resultado dos times. 

Perguntas constrangedoras de cunho eminentemente pessoal não precisam ser respondidas. Se tiver que discordar de algo, seja sempre polido. Evite imposições, ortodoxias e expressões como: “Odeio isso!” ou “Detesto aquilo!”. 

Se perceber que o nervosismo atrapalhou o andamento da fala, peça para repetir o que disse, expressando-se melhor. 

A parte financeira será a última a ser abordada, mas com objetividade. 

A deixa para o encerramento da entrevista é dada pelo entrevistador; você deve se despedir agradecendo a oportunidade, sempre sorrindo. Poderá, nesse momento, perguntar sobre o próximo passo, se deverá aguardar ou fazer contato. Aperte a mão de todos, não fique parado na porta e não se esqueça de agradecer e se despedir da secretária e demais funcionários que encontrar. 

E para terminar e ter um diferencial à altura de sua entrevista, envie um cartão ou e-mail de agradecimento enquanto espera a resposta. Jamais ao encontrar com o entrevistador, perguntar a ele por que não foi contratado. 

Há pouco tempo recebi um telefonema de um candidato que me questionou em tom arrogante e disse-me que eu não poderia não ter escolhido a ele, pois era minha melhor opção. Uma semana depois, estava em outra empresa e lá estava ele novamente, tinha todos os requisitos para aquela vaga, porém sua atitude arrogante me fez repensar e indicar a vaga para outra pessoa. Caso você conheça o entrevistador, não se prevaleça desta situação, permaneça fiel às dicas acima e tudo dará certo. 

Em certa ocasião após entrevistar um aluno, o mesmo se encontrou comigo no supermercado e na frente de outras pessoas que também conhecia me saiu com essa: 

- E aí, Regina, quando começo na empresa? A vaga já é minha né? 

Realmente, era uma boa opção, mas aquela atitude sem propósito me deixou em má situação e me fez pensar muitas vezes antes de chamá-lo para a segunda fase da entrevista. 

Caso você tenha passado por todas estas etapas com certeza será contratado, espero te encontrar em uma de nossas dinâmicas e noa sorte! 

** Conheça mais do trabalho de Reginah Araujo acessando o site www.reginaaraujo.com.br
Fonte: Carreira & Sucesso
Fonte da imagem: gettyimages

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Acesso Rápido

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More