CADASTRE seu CURRÍCULO na ACTIO para está disponível para as MELHORES Vagas...

"FAÇA O SEU MELHOR NAS CONDIÇÕES QUE VOCÊ TEM, ENQUANTO NÃO TEM CONDIÇÕES MELHORES PARA FAZER MELHOR AINDA" - Mario Sérgio Cortella / "QUEM QUER FAZER ALGO, ENCONTRA UM JEITO, QUEM NÃO QUER ENCONTRA UMA DESCULPA" - Provérbio Árabe

terça-feira, 31 de julho de 2012

O Engajamento do RH

Autor: Caio Lauer 

A área de Recursos Humanos faz parte, cada vez mais, das decisões e estratégias das organizações. O mercado percebeu que o RH deve ser conduzido como elemento fundamental no desenvolvimento dos negócios, pois se trata da estrutura e da “alma” destas empresas, ou seja, das pessoas.

O envolvimento dos colaboradores com a missão e valores das companhias é essencial e é papel do RH criar ações para criar esse estímulo desde quando o profissional é contratado. Ele deve saber qual é cultura da companhia para se sentir engajado também. Uma das primeiras ações, é deixar claro qual é o papel deste colaborador e qual será o seu desafio na nova jornada. Passando estas informações com transparência, o funcionário passa a se sentir engajado. “O RH deve se envolver com todas às áreas, atendendo e fazendo parte de decisões pertinentes a gestão de pessoas dos setores”, explica Andréa de Mauro, supervisora de Recursos Humanos do Centro Universitário UniÍtalo. De acordo com Andréa, o setor deve atuar diretamente com os gestores e staff para garantir uma participação mais estratégica no que se refere a conduções de todos os negócios da Instituição.

É muito importante que as pessoas atuem em projetos promovidos pela empresa, desde ações sociais até a participação em um processo seletivo dentro de outras áreas – o profissional deve se sentir valorizado. Para Maria Emilia Leme, Country Manager do Instituto CRF, a partir do momento que o profissional se sentir engajado, ele se transformará uma espécie de embaixador da empresa. “Ele passará a falar positivamente da empresa, transformando-se em algo natural”, conta.

Para que o RH tenha forte influência na organização como um todo, deve se posicionar um pouco à parte de todo movimento que acontece dentro da empresa, pois muitas vezes encontra-se um cenário negativo. Seu papel é transformar esta situação, vendendo a ideia de que o presente momento pode ser mudado, buscando uma parceria com a diretoria da organização. “A partir daí, o RH terá o poder e influência de desenvolver ações junto à outras áreas para desenvolver este processo”, indica Maria Emilia.

O mercado está mais consciente da importância da atuação do RH. Por meio de suas ações, os colaboradores podem transmitir uma imagem positiva da marca da empresa perante o público consumidor. “Os profissionais podem influenciar na visão que os clientes têm dela por meio do sentimento de alegria/tristeza, da qualidade do atendimento que ele faz, do sorriso, da gentileza e da percepção que o público interno tem do quanto ele gosta de trabalhar naquela instituição”, resume Andréa de Mauro.


Fonte de imagem: gettyimage

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Acesso Rápido

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More